VIVENCIE O EXTRAORDINÁRIO

Dicas de Navegador: é bom saber!!!

Dicas de Navegador: é bom saber!!!
17.11.2020

Bem-vindo a bordo!!!

Essa semana estamos trazendo algumas dicas interessantes para quem vai navegar.

São sugestões simples, dadas pelos nossos comandantes mais experientes, que podem te ajudar a aproveitar ao máximo os recursos que o barco possui.

1. Controle do nível das baterias - manter a tensão próxima de 12V

O uso otimizado do banco de baterias pode significar evitar problemas importantes. 

O banco de baterias de um veleiro de oceano é dimensionado para suportar o uso dos equipamentos a bordo, sem interrupções. Porém, para que isso seja possível, é fundamental o controle e a atenção da tripulação no consumo e nível das baterias, além do carregamento correto do banco.

A dica é observar o nível das baterias e nunca deixar baixar de 12 Volts. Essa voltagem é a mínima necessária para que itens como a geladeira do barco funcione corretamente, por exemplo. As geladeiras modernas dos barcos, trabalham de forma inteligente, sincronizada com o nivel das baterias, desligando automaticamente quando a voltagem está baixa, evitando o esgotamento do banco. Não recarregar em tempo, pode significar perder os alimentos perecíveis, ou ainda interpretar o ocorrido como mau funcionamento da geladeira.

Como fazer? 

Programe o carregamento do banco para o final do dia, quando os tripulantes estão a bordo, com luzes ligadas, usando os chuveiros, etc.

Ligar o motor por algumas horas nesse horário, não só vai evitar que o banco se esgote pelo uso intenso, como alimenta o barco no momento de pico de consumo, fazendo com que o período de carregamento necessário seja reduzido. Além disso, o motor ligado aquece a água do banho, possibilitando que todos possam ter água quentinha após curtir o dia no mar.

Um banco de baterias de um barco de 30 a 50 pés, por exemplo, quando esgotado, precisa de cerca de 5 horas para regarregar.

Ligar o motor no horário de pico de consumo recarrega o banco, aquece a água do banho, diminuindo o tempo necessário de carregamento das baterias. 

 

 

2. Desligar a bomba de água pressurizada, quando fora de uso

A dica é sempre desligar a bomba de água pressurizada e mantê-la desligada, no paidel do barco, quando não estiver usando.

É bastante comum acontecer de algumas saídas de água doce no barco, como a ducha de popa, ficarem acionadas acidentalmente. Após o uso, é bastante frequente que, ao devolvê-la para o suporte, esta permaneça ligada, vazando água. Esse problema causa, não somente a perda de água doce dos tanques, como o consumo desnecessário das baterias.

Desligar a bomba diretamente no painel, viabiliza o controle do consumo de água pela tripulação e a otimização do uso do seu banco de baterias.

 

3. Guincho de âncora - cuidado ao levantar âncora para zarpar

Alguns barcos são equipados com o guincho de âncora, que facilita e muito a vida dos navegadores, na hora de zarpar.

O guincho serve para recolher a âncora, sem precisar fazer força na hora de puxar a corrente.

A dica é movimentar o barco para frente e folgar a corrente, antes de acionar o guincho.

Para levantar a âncora usando o guincho:

  1. Ligar o motor
  2. Posicionar o manete do motor engrenado avante
  3. Avançar com o barco até que o ângulo da corrente esteja na vertical, "a pino"
  4. Subir a corrente com cuidado, observando o alinhamento e o ângulo vertical da corrente em relação ao barco
  5. Cuidado para subir a corrente apenas quando esta estiver na vertical, repetindo os movimentos 3 e 4 até que a âncora esteja solta
  6. Atentar para que a âncora nao bata no costado do barco, durante a subida, evitando danos ao gel
  7. Enxague o guincho para remover os resíduos

 

O acionamento do guincho sem folgar a corrente ocasionará a sobrecarga no equipamento, podendo causar uma pane ou danificá-lo.

 

Gostou das dicas?

Em breve traremos mais conteúdos interessantes, fique ligado em nosso blog!

Até la, que tal reservar o seu charter?